Home Outros passeiosOutras cidades na Flórida O que fazer em Jacksonville, Flórida

O que fazer em Jacksonville, Flórida

por Andreza Dica & Indica

Hoje vamos trazer um post de uma cidade super importante na Flórida, mas bem pouco comentada. Estou falando de Jacksonville, cidade que fica a aproximadamente 2,5 horas de Orlando, no litoral leste.

Jacksonville é a maior cidade da Flórida em população e extensão, mas o que pouca gente sabe, é que Jacksonville é também a maior cidade dos Estados Unidos continental em território. Maior que as famosas Los Angeles, New York e outras. E o mais legal: dá para ir conhecer durante uma viagem a Orlando.

Nós ficamos 3 dias na cidade, mas dá para fazer bate-e-volta, ficar uma noite só ou até mesmo ficar mais dias, pois a cidade tem muito a oferecer. E nesse post vamos falar dos programas e passeios para incluir no roteiro em Jacksonville.

Veja também outras cidades na Flórida para visitar

Como é Jacksonville

Jacksonville cresceu a partir do Rio St. John, o mais longo rio da Flórida. Até meados do século XVI a região era habitada pelo povo Timucua. Em 1564 foi montada uma colônia francesa chamada Fort Caroline, um dos primeiros assentamentos europeus nos Estados Unidos. No começo do século XIX a região, que até então pertencia à Espanha, foi tomada pelos Estados Unidos. O nome Jacksonville foi dado em homenagem ao primeiro governador da Flórida, Andrew Jackson, que mais tarde veio a ser tornar presidente.

Em 1901 a cidade sofreu um terrível incêndio, que destruiu mais de 140 quarteirões e deixou em torno de 10 mil pessoas desabrigadas. É considerado o terceiro maior incêndio dos Estados Unidos, atrás somente dos incêndios de Chicago e São Francisco.

Jacksonville serviu como sede de mais de 30 estúdios de cinema no início do século XX, mas a era de ouro não durou muito. Por uma série de razões, políticas e comportamentais, os estúdios acabaram abandonando Jacksonville e se mudando para Hollywood, que veio a se tornar o coração do cinema mundial.

Por ser uma cidade grande, Jacksonville tem um centro financeiro e empresarial bem significativo, com grandes prédios de empresas importantes. Por outro lado, Jacksonville ainda mantém bairros completamente residenciais bem perto do centro, alguns com diversas construções históricas e casas bem antigas.

Além disso, a cidade conta com aproximadamente 40km de praias e muita área verde, detendo o maior sistema de parques urbanos do país com mais de 80.000 acres de parques, incluindo 3 parques nacionais, 7 parques estaduais e mais de 400 parques municipais.

Portanto, eu diria que Jacksonville é uma cidade “completa”, com natureza, praia, centro urbano, cultura, gastronomia e muito mais. E claro que numa primeira viagem não tem como conhecer tudo, mas vou mostrar aqui alguns passeios bem legais para se fazer em Jacksonville.

Nós preparamos um vídeo sobre Jacksonville, que está no nosso canal do Youtube e convido vocês a assistir.

 

O que fazer em Jacksonville

Eu vou mostrar aqui somente as atividades que nós conhecemos pessoalmente, que foi um roteiro montado especialmente para nós pelo Visit Jacksonville, focado em atrações e programas para a família. Porém, a cidade tem muito mais a oferecer. Vou relacionar as atrações exatamente na ordem que nós visitamos, mas não necessariamente isso é a indicação de um roteiro a ser seguido. Visitamos todas essas atrações em 3 dias praticamente inteiros e não foi corrido.

Memorial Park

O Memorial Park é um parque urbano e o terceiro parque mais antigo de Jacksonville. Ele foi construído após a Primeira Guerra em homenagem aos 1200 moradores da Flórida que morreram na guerra.

Não se trata de um parque grande, mas fica à margem do Rio St. John e é bem bonito. Nós utilizamos para fazer um piqueninque e foi muito agradável. Dizem que a vista do pôr-do-sol do Memorial Park também é bem bonita.

Entrada gratuita. Site do Memorial Park.

Riverside Park

O Riverside Park já é um parque bem maior, mas não fica à margem do rio. Ele tem um pequeno lago, onde ficam dezenas de aves, e um playground. É o segundo mais antigo parque da cidade, datado do final do século XIX. É um local agradável para dar uma volta. Localizado no bairro de Riverside/Avondale.

Entrada gratuita. Mais informações sobre o Riverside Park.

Riverside Arts Market

O Riverside Arts Market é uma feirinha que acontece somente aos sábados com artesanatos e comidinhas embaixo da Ponte Fuller Warner. São dezenas de barraquinhas e alguns food trucks e a feirinha termina no rio, onde muita gente senta para apreciar a vista ou comer. Destaque para a barraca que vende azeitonas de primeiríssima qualidade a um preço super bom. Também na região de Riverside/Avondale.

Entrada gratuita. Mais informações sobre o Riverside Arts Market.

Springfield

Springfield, que não é a do Simpsons, é um bairro histórico, estabelecido em 1871. O incêndio de 1901, que destruiu grande parte de Downtown, não atingiu Springfield e a maioria das pessoas ricas da cidade, que perderam suas residências no incêndio, se mudaram para Springfield, se tornando uma vizinhança de pessoas de posse.

O bairro é todo composto por casas bem antigas, do final do século XIX e começo do século XX, em sua maioria de madeira. A visita ao bairro é uma viagem na história, onde parece que estamos dentro de um filme de época, ou até mesmo de algum filme de terror, em função da arquitetura de algumas casas que são características.

Passeio gratuito. Mais informações sobre Springfield.

Downtown/ Cathedral District

A área de Downtown foi a primeira região a se desenvolver em Jacksonville, às margens do Rio St. John, por volta de 1770, mas foi por volta de 1822 que a cidade começou a cresceu e ruas começaram a ser abertas no local. O incêndio de 1901 se iniciou numa fábrica instalada em Downtown e boa parte da região foi totalmente destruída.

Nessa região existem diversas igrejas, por isso o nome Cathedral District, de diversas religiões: católica, presbiteriana, metodista, episcopal… É onde ficam as principais empresas e bancos da região, bem como a maioria dos prédios públicos, como a prefeitura.

Também abriga algumas casas de espetáculos, como o Florida Theatre, que é uma das quatro salas de filmes construídas na era do ouro do cinema no estilo arquitetônico  Mediterranean Revival ainda existentes na Flórida.

Passeio gratuito (a menos que resolva entrar em prédios que haja ingresso). Site do Downtown Jacksonville.

San Marco

San Marco é um bairro bem perto de Downtown, que começou a se desenvolver nos anos 20. O local era inspirado no estilo renascentista italiano e a principal praça da cidade leva o nome de São Marcos, em homenagem à praça homônima de Veneza. Porém, pouco sobrou desse estilo italiano, porém a praça de São Marcos continua um lugar extremamente agradável para passear, através das lojinhas e restaurantes da região.

Passeio gratuito. Mais informações sobre San Marco.

Friendship Fountain

A Frienship Fountain é uma fonte muito famosa (e bonita) que fica localizada localizada no St. John Park, às margens do rio. Quando foi inaugurada, em 1965, era a maior e mais alta fonte do mundo. Ela serve como palco de espetáculos de luzes e música sincronizados com jatos d’água. Porém, no momento, os shows não estão ocorrendo.

Mas mesmo assim é lugar bem legal para se visitar, pois tem uma vista linda do centro de Jacksonville. Sem contar que a Riverwalk, uma espécie de calçadão que margeia o rio, passa bem ali, então dá para aproveitar e dar uma volta, mas a Riverwalk inteira tem quase 2km de extensão.

Passeio gratuito. Mais informações sobre a Friendship Fountain.

Passeio de barco no Rio St. John

Saindo de frente da fonte, existem passeios de barco pelo rio. Nós fizemos um com a St. John River Taxi & Tours. O nosso tour foi o Downtown Dolphin and History tour. Sim, você leu certo, é possível avistar golfinhos nadando no rio St. John. Porém, avistá-los não é garantia e no dia do nosso passeio não os vimos.

O passeio tem 1 hora de duração através do rio, passando embaixo de 3 diferentes pontes, dentre elas a mais famosa, a John T. Alsop Jr. Bridge, que é a azul. Além disso também passamos em frente ao estádio TIAA Bank, casa do time de futebol americano Jaguars, que fica na margem do rio.  Durante o passeio são explicadas várias curiosidades e fatos históricos da cidade, mas se não entender o inglês, perde-se muita informação.

O passeio custa US$18,00 adulto e US$15,00 criança. Site da St. John River Taxi & Tours.

Mosh – Museu de Ciência e História

O Mosh é um museu muito legal e que fica em frente à Friendship Fountain, tanto que visitamos a fonte, o museu e fizemos o passeio de barco tudo no mesmo dia por ser tudo no mesmo local.

É um museu relativamente pequeno e bem fácil de andar. Mas apesar de não ser grande, tem um acervo bem amplo. Para mim, uma das áreas mais interessantes do museu é a parte que conta a história de Jacksonville e da Flórida como um todo, pois é uma parte praticamente exclusiva desse museu e que não encontramos em outro. As demais áreas são bem completas também e com muita interatividade.

Até maio eles estão recebendo a exposição Toytopia, que conta a história dos brinquedos, que está extremamente interessante e igualmente divertida. Passamos um tempão brincando e jogando com alguns itens da exposição.

O ingresso custa US$15,00 adulto e US$12,00 criança. Site do Mosh.

Jacksonville Zoo e Gardens

O zoológico de Jacksonville é bem charmosinho. Também não é muito grande, mas conta com mais de 2000 animais e 1000 diferentes espécies de plantas. Essas plantas formam 6 diferentes jardins temáticos muito lindos, como asiático e africanos, por exemplo.

O zoo também tem um cinema 4D, um trenzinho que dá a volta em todo o complexo e um lindo carrossel. Além disso, eles possuem uma plataforma para observação das girafas e onde é possível alimentá-las. Muito legal.

Zoológico por zoológico tem milhares no mundo, então acho legal quando tem um diferencial e para mim os jardins e esses outros atrativos são os diferenciais do zoo de Jacksonville.

O ingresso custa US$25,00 adulto e US$20,00 criança, mas se pagar um pouquinho a mais você passa a ter o ingresso Total Experience, que inclui todas as atividades acima, inclusive alimentar as girafas. Acho que compensa muito. Nesse caso o ingresso sai US$33,00 adulto e US$26,00 criança. Site do zoológico de Jacksonville.

Assistir ao pôr-do-sol

Eu sou simplesmente apaixonada por pôr-do-sol, então sempre que possível eu dou um jeito de ver um. E em Jacksonville não foi diferente; escolhi o dia com a melhor previsão do tempo para dar uma corrida para ver o pôr-do-sol. Alguns lugares que eu havia lido que tinham boa vista eram os parques Sunset Pier, Riverfront, Memorial, Stocktone e Stinson.

Mas como nesse dia estaríamos perto da praia, arrisquei para ver se seria possível assistir ao pôr-do-sol da praia e não é; o sol se põe do outro lado. Como já estávamos meio em cima da hora e não daria mais tempo de seguir para nenhum desses locais, tentamos seguir na direção do sol e acharmos um local perto do rio para vê-lo, mas muitas ruas terminavam em casas, onde era proibido passar. Então procuramos no GPS por “boat ramp“, que são as áreas abertas onde qualquer pessoa pode entrar com o barco na água. E deu certo, encontramos uma boat ramp com uma vista sensacional para o pôr-do-sol e pudemos curtir o fim de tarde.

Praias de Jacksonville Beaches

Como visitamos Jacksonville no inverno, e nuns dias frios, praia não foi algo que nos interessou, mas no calor é uma ótima pedida e Jacksonville tem muitas. As quatro principais praias são Jacksonville Beach, Neptune Beach, Mayport Beach e Atlantic Beach. Nós estivemos na Jacksonville Beach, onde tem um pier enorme, que no momento está em reforma. A praia é bem larga e de areia bem branca.

Tem estacionamento no local e várias lojas e restaurantes na rua principal. Como a maioria das praias nos Estados Unidos, não há quiosques com comida e bebida na praia.

Passeio gratuito. Mais informações sobre as praias de Jacksonville.

Programação de Natal em Jacksonville

Como estivemos em Jacksonville poucos dias antes do Natal, pudemos conhecer algumas das programações que a cidade oferece para as festas de fim de ano. Como só fomos em algumas, vou deixar dois links do Visit Jacksonville sobre a programação disponível na cidade para quem tiver interesse em conhecer outras também. Um é sobre as principais atividades de Natal que ocorrem em Jacksonville. E o outro é específico sobre onde ver luzes de Natal em Jacksonville.

E abaixo estão as atividades que visitamos:

Jax Illuminations

Jax Illuminations é uma trilha de aproximadamente 1,5km feita de dentro do carro para ver a decoração de luzes. As luzes piscam no ritmo da música, que é sintonizada no próprio rádio do carro, na estação que eles indicam. Apesar de não ter sido criado nesse formato por causa da pandemia, com certeza ganhou mais visibilidade nesse ano, onde o distanciamento social está mais necessário.

A decoração é relativamente simples, mas no conjunto fica muito bonito. As crianças costumam gostar muito. Na trilha sonora, enquanto estivemos lá, além de músicas de Natal, tocou Frozen e Harry Potter.

Os ingressos custam a partir de US$20,00 por carro (não é por pessoa). Site do Jax Illuminations.

Deck the Chairs

O Deck the Chairs é uma exposição de decoração de Natal criada com cadeiras de salva-vidas. Cada cadeira é decorada por um artista diferente e tem um patrocinador. A exposição ocorre na calçada da Jacksonville Beach.

São dezenas de cadeiras decoradas, algumas super criativas. É permitido tirar foto perto ou até mesmo dentro das decorações. Achei um programa super bacana, porque além de bem bonito e colorido, é bem interessante ver o que cada artista bolou de diferente.

A exposição é gratuita. Site do Deck the Chairs.

Let There Be Light

Let There Be Light é um tour auto-guiado mais histórico do que de Natal. Os principais prédios históricos de Downtown, principalmente as igrejas, são iluminados e no site estão disponíveis áudios de em torno de 1 minuto que explicam a história desses prédios. A parte ruim é que os áudios são todos em inglês e não tem nenhuma tradução disponível, então precisa dominar bem o idioma para entender tudo.

Eu achava que era uma decoração de Natal nesses prédios, mas é só uma luz roxa projetada nos prédios, então acaba sendo um pouco entediante para quem espera ver decoração e luzes de Natal. Não agrada às crianças, por exmeplo.

Às 18h em ponto os sinos de 5 igrejas da região tocam simultaneamente e entre os dias 24 e 27 tem show de lazer, que não vimos já que não estávamos lá nessas datas.

Passeio gratuito. Site do Let There Be Light.

Springfield Lighted Home Tour

O Springfield Lighted Home Tour é outro tour auto-guiado, mas dessa vez um tour através de casas decoradas para o Natal no bairro do Springfield. São mais de 60 casas decoradas no bairro, porém elas ficam espalhadas em dezenas de quarteirões e o tour inteiro demora mais de 1 hora. Não é como Celebration, na região de Orlando, por exemplo, onde várias casas na mesma rua ou ruas próximas ficam decoradas e o deslocamento é pequeno.

Eu sinceramente não achei que compensa. Vimos algumas casas e no fundo não achei tão elaboradas assim a ponto de valer a pena um tour de mais de 1 hora. Elas não tem música ou coisas diferentes que chamem a atenção. Achei complicado e demorado demais para o que é. Vimos somente algumas casas e desistimos de fazer o tour inteiro.

Passeio gratuito. Site do Springfield Lighted Home Tour.

Onde ficar em Jacksonville

Por ser uma cidade bem grande, Jacksonville tem várias opções de hospedagem. Mas nós ficamos na região de Southbank, que é super perto de Downtown. Fica de frente à paisagem mais famosa de Jacksonville com vista para a ponte azul. Além disso é ao lado da Friendship Fountain, ao MOSH e ao passeio de barco. A Riverwalk passa bem nas costas do hotel.

Doubletree Riverfront visto do passeio de barco

 

Os bairros de San Marco, Springfield, Downtown e Riverside/Avondale ficam a menos de 10 minutos de carro. Os locais mais longe são o zoo e as praias, que levam em torno de 25 minutos.

Nosso hotel foi o Doubletree Hilton Jacksonville Riverfront. Eu diria que a localização e a vista do hotel são seus grandes diferenciais. Nosso quarto era virado para o skyline de Jacksonville. Simplesmente divino. A piscina também é virada para o mesmo lado. O hotel em si não tem nenhum luxo. É um bom hotel, sem grandes “frescuras”.

Vista da nossa varanda


Vista da área da piscina

O nosso quarto era uma Suite King, que é maior que os quartos regulares e conta com uma cama king e um sofá cama para até duas pessoas. Possui frigobar e microondas e um banheiro super espaçoso. A decoração é um pouco antiguada, mas o hotel é limpo e os funcionários extremamente atenciosos.

O hotel conta com 2 restaurantes e 2 bares. Anexa à recepção existe uma pequena loja de conveniência. Acabamos não comendo nos restaurantes deles, mas a lojinha usamos algumas vezes rs.

Wi-fi é gratuito, mas o estacionamento, que é bem grande por sinal, é pago e custa US$12,00 por noite e pode sair e voltar durante o dia. Achei o preço bem razoável; já pegamos hotéis em cidades grandes com diárias de $40 para estacionamento.

Adorei a nossa hospedagem e ficaria novamente com certeza. Como eu disse, nenhum luxo, mas nos atendeu perfeitamente.

As diárias custam a partir de US$125,00 e você pode reservar o Doubletree Hilton Jacksonville Riverfront aqui através dos nossos parceiros Booking ou Hotéis.com.

Onde comer em Jacksonville

Jacksonville é uma cidade que tem uma gastronomia bem variada. Existem restaurantes de todos os tipos, de todos os preços. Nós experimentamos alguns e vou falar deles abaixo.

Bread & Board

O Bread & Board um restaurante que opera com sanduíches, saladas e tábuas. Um mesmo recheio de sanduíche pode ser transformado em salada ou tábua. Foi nesse restaurante que pegamos os itens para o nosso piquenique. Pedimos pelo site e pegamos na porta do restaurante. Eles tem 3 unidades na cidade, mas nós fomos na unidade de Five Points.

Os itens são muito bem servidos e dependendo dá até para dividir um prato em duas pessoas. Os pratos custam a partir de US$11,00. Eu pedi um sanduíche, o meu marido o bowl (que é a opção com salada) e minha filha pediu uma tábua. Todos de sabores distintos e todos estavam excelentes.

Caso opte por comer lá, o local também é bem bonitinho e tem uma área externa super agradável. Site do Bread & Board.

Taverna

O Taverna é um restaurante italiano com uma pegada contemporânea. Nós fomos lá no brunch de domingo, quando o cardápio é especial. Fica bem em frente à praça no bairro de San Marco.

A comida é um delícia e muito bem servida também. Eu pedi uma pizza, minha filha um omelete e meu marido pediu um sanduíche e ninguém conseguiu comer inteiro. Os pratos custam entre US$11,00 e US$35,00. Site do Taverna.

Blue Fish

O Blue Fish é um restaurante especializado em frutos do mar localizado em Riverside/Avondale, numa rua bem charmosa com lojas e restaurantes. O restaurante fica num casa antiga e a área externa é muito gostosa. Como estava meio friozinho no dia da nossa visita, eles ligaram o aquecedor e foi uma delícia.

Os pratos custam entre US$10,00 e US$30,00. Eu pedi uma salada com camarões e queijo de cabra, minha filha pediu salmão com legumes e meu marido pediu um camarão com molho. Tudo bem gostoso. Site do Blue Fish.

V Pizza

A V Pizza tem 3 unidades em Jacksonville. A que fomos é a de San Marco. Eles servem pizza em forno a lenha. O lugar é simples, mas tem bem cara de pizzaria italiana.

É possível montar a pizza com os ingredientes que desejar. Eles também possuem calzone. Nós pedidos 2 pizzas de 13 polegadas e um calzone e acabou sendo muito para nós. Dois itens teriam sido o suficiente. Mas o que sobra, eles tem caixinhas e você pode levar. Então levamos e comemos no café da manhã.

As pizzas individuais, de 10 polegadas, custam a partir de US$12,00. Site da V Pizza.

Kazu Sushi

Essa opção foi uma indicação de uma seguidora. Ela nos indicou para experimentar o Sushi Burrito Express, que é um local que vende burritos feitos de sushi. Na verdade é praticamente um temaki enrolado de forma diferente, que você pode montar, escolhendo os ingredientes. Como o Sushi Burrito Express era meio longe do nosso hotel, procuramos outra opção semelhante e achamos o Kazu Sushi Burrito.

Eles tem 6 unidades em Jacksonville. Comemos por duas noites coisas deles de tão bom, mas sempre no hotel. Uma noite pedimos por aplicativo e foi entregue no hotel e na noite seguinte pedimos pelo site e fomos retirar. Simplesmente delicioso!

Nossa opinião sobre Jacksonville

Achamos Jacksonville incrível. Superou todas as expectativas. Eu sabia que era uma cidade grande e com muita coisa para fazer, mas não imaginei que a cidade fosse tão interessante. Sem contar que ela é grande, mas não é caótica. Tem até um certo clima de interior em algumas áreas. Sem contar o clima praiano quando chegamos mais próximos do litoral.

As atrações como o museu e o zoológico não são grandiosos, mas são extremamente aconchegantes e bem completos. A quantidade de passeios ao ar livre e gratuitos chama atenção, pois não é necessário gastar muito para se divertir em Jacksonville.

E ainda pegamos os eventos de Natal, que também não são coisas impressionantes e glamorosas,  como vemos por aí. São eventos simples, mas bem boinitnhos.

Realmente é uma cidade bem interessante e voltamos apaixonados. Super recomendo.

 

Agradecemos ao Visit Jacksonville o apoio nessa viagem.

Matérias Relacionadas

Deixe um comentário

 Parques Temáticos

Magic Kingdom Epcot Animal Kingdom Hollywood Studios Universal Studios Islands of Adventure Busch Gardens Legoland Sea World

Parques Aquáticos

Blizzard Beach Typhoon Lagoon Aquatica Discovery Cove

Outras Disneys

Disneyland California Tokyo Disneyland Disneyland Paris Disney Cruise Line