Home ParquesEpcot Como é a montanha-russa dos Guardiões da Galáxia no Epcot

Como é a montanha-russa dos Guardiões da Galáxia no Epcot

por Andreza Dica & Indica

No último final de semana tivemos a oportunidade de conhecer a atração Guardians of the Galaxy – Cosmic Rewind, a mais nova montanha-russa indoor do Epcot. Trata-se de uma atração super revolucionária , cheia de diferenciais e muita estória legal.

E como conhecemos a atração antes da abertura ao público, que só ocorrerá dia 27, vamos trazer todas as informações para você chegar totalmente preparado para curtir uma das melhores atrações de Orlando.

Nós vendemos ingressos para todos os parques de Orlando. Clique aqui para comprar.

Conheça o nosso Guia de Orlando, com 188 páginas de informações completas sobre a cidade e roteiros em todos os parques.

banners-rodapé-guia-orlando-1-1-572x105

Antes de começar esse post, vou deixar abaixo um vídeo completo do Youtube sobre a atração, mostrando a entrada, a fila e o percurso para vocês terem uma ideia de como é a atração. Aproveito para pedir para vocês assinarem o nosso canal para sempre ficar ligado nos novos vídeos.

 

Estória por trás da montanha-russa Guardians of the Galaxy

O novo pavilhão onde está localizada a nova montanha-russa dos Guardiões da Galáxia é o primeiro pavilhão de “outro mundo” já instalado no Epcot e tem toda uma estória cercando a atração.

Antes de entrar no pavilhão, os visitantes se deparam com uma enorme nave Starblaster em exposição do lado de fora.

Peter Quill, também conhecido por Star Lord, teria visitado o EPCOT quando criança e teria sugerido aos Xandarianos que esse seria o local perfeito se conectarem com os terráquios.

Os Xandarianos teriam viajado de seu planeta Xandar, localizado na Galáxia de Andrômeda, para a Terra para criar o pavilhão Wonders of Xandar, para mostrar aos visitantes do EPCOT mais sobre seu povo e suas tecnologias avançadas.

Ao entrar no novo pavilhão os visitantes encontram o Galaxarium, um espaço no estilo planetário que exibe planetas, estrelas e outras maravilhas do universo, onde afirmam que tanto a Terra quanto Xandar surgiram a partir da mesma poeira estelar. Worldmind, o supercomputador Xandariano, faz a narração nessa área. Destaque para a descrição da turkey leg, perna de peru vendida nos parques, do ponto de vista dos Xandarianos. É engraçado.

Na sala seguinte os visitantes conhecem a Xandar Gallery, onde é mostrado mais sobre o povo, sua cultura, costumes e história do planeta Xandar através de exposições. Destaque para a maquete de uma cidade e para o jornal “Good Morning Xandar”, onde a apresentadora do jornal entrevista os heróis de Guardiões da Galáxia.

O tour pelo pavilhão se encerra na Phase Chamber, onde os visitantes pretendem se teletransportar do EPCOT para a Nova Corps Starcharter, uma nave orbitando a Terra. É nesse ponto eles aprendem sobre o Cosmic Generator, a tecnologia xandariana que cria túneis artificiais no espaço permitindo viagens de longa distência em um curto período de tempo.

É partir daí que algo começa a dar errado. Eson, um Celestial, rouba o Cosmic Generator, pois pretende usá-lo para um salto de volta ao início dos tempos para que ele possa mudar o curso de toda a existência do universo.

Nova Prime Irani Rael (Glenn Close) ordena que seu oficial superior, Centurion Tal Marek (interpretrado por Terry Crews), chame os Guardiões da Galáxia e peça ajuda.

Os terráqueos devem evacuar a nave Starcharter através de veículos Starjumper, pequenas cápsulas de fuga. Os Guardiões chegam ao local e reprogramam os Starjumpers, para que os visitantes possam perseguir o Celestial através do espaço para salvar a galáxia.

 

Como é a montanha-russa do Guardiões da Galáxia

É a primeira montanha-russa do Epcot e é indoor, ou seja, totalmente fechada e boa parte no escuro. É a maior montanha-russa indoor de todos os parques Disney e uma das maiores do mundo.

Ocupa uma área de quase 2 mil m². Dentro da Guardiões da Galáxia caberiam 4 Spaceship Earth, a bola do Epcot. Exatamente, 4; isso dá uma ideia da dimensão da atração.

Apesar de ser chamada de montanha-russa, é uma atração familiar, que é bem pouco radical. Não tem quedas e não tem tranco; é suave e bem leve.

É também a primeira montanha-russa de lançamento reverso da Disney, isto é, há um lançamento (efeito estilingue), mas de costas. Mas diferentemente de atrações como Aerosmith, é um lançamento bem leve e nada agressivo.

Além disso, é a primeira omnicoaster da Disney, isso é, montanha-russa onde os carrinhos giram 360º. Porém, essa rotação não ocorre o tempo todo, são somente alguns momentos que ela fica de frente , de lado ou de costas para ficarmos sempre posicionados de frente e ver bem as imagens nos enormes telões. Portanto não é algo que eu considere um problema para pessoas que não curtem atrações que giram muito.

A música é item constante na atração, assim como ocorre nos filmes dos Guardiões da Galáxia. Durante o percurso os visitantes vão ouvindo alguma música dos anos 70 e 80. São 6 opções de música e você nunca sabe qual tocará durante a sua experiência. Os imagineers da Disney testaram mais de 100 canções e escolheram 6 que combinavam com os movimentos do carrinho. São elas:

  • “September”
  • “Disco Inferno”
  • “Conga”
  • “Everybody Wants to Rule the World”
  • “I Ran”
  • “One Way or Another”

E para você já ir entrando no clima, abaixo está a playlist que eu criei com as músicas que você pode encontrar na sua vez.

Durante o percurso temos a sensação de estarmos voando pelo universo e podemos ver naves, estrelas, planetas, os buracos no tempo… E vemos também o enorme Celestial Eson, que é quem estamos combatento. As imagens são impressionantes e o percurso todo muito dinâmico.

É legal mencionar que as imagens da atração foram feitas nos sets de gravação do terceiro filme dos Guadiões da Galáxia, com estreia prevista para 2023.

Loja dos Guardiões da Galáxia

Na saída da atração será possível visitar a loja  Treasures of Xandar, que venderá roupas, acessórios, decoração, colecionáveis ​​e brinquedos com o tema Guardiões da Galáxia. Basicamente os produtos da loja estarão divididos em 4 coleções:

Heroes of Xandar, inspirada em produtos vendidos em shows da década de 1980, essa coleção recria todas as recordações que os fãs colecionariam durante uma suposta turnê intergaláctica dos Guardiões da Galáxia.

Through the Eyes of Quill é uma colorida coleção inpirada na visita de Peter Quill ao EPCOT nos anos 80, com estilo retrô e designs que remetem a décadas passadas.

Honorary Guardians é uma linha dos Guardiões Honorários nas cores azul marinho e dourada com um emblema específico.

Groot Through the Years celebra o Groot, a criatura semelhante a uma árvore de vocabulário bem reduzido (quem se lembra da frase “Eu sou Groot”?). A coleção inclui brinquedos, decoração e roupas e mostra a evolução de Groot de bebê até adulto.

Informações importantes sobre  a nova atração do Epcot

A Guardians of the Galaxy – Cosmic Rewind é destinada a maiores de 1,07m. Crianças abaixo dessa altura não poderão participar.

Nos primeiros meses a Guardiões da Galáxia só vai operar com Lightning Lane avulsa, ou seja, fura-fila comprado à parte do Genie+ (se você não está familiarizado com esses novos conceitos de fura-fila da Disney leia esse post sobre Genie) e também com fila virtual. Não haverá fila regular. A fila virtual é um método que a Disney criou para que as pessoas reservem um lugar na fila diretamente no aplicativo. Geralmente é possível fazer o agendamento às 7h da manhã de qualquer lugar e novamente no meio do dia estando dentro do parque. A reserva é feita diretamente no aplicativo My Disney Experience.

Não é necessário conhecer os filmes, nem entender inglês para curtir a atração. Claro que se você entende tudo, vai achar a fila e o pré-show muito mais divertidos, mas o percurso é perfeito para qualquer nível de conhecimento dos filmes ou do idioma.

Nós fomos no primeiro carrinho e depois no último. Todo mundo está dizendo que o último é muito interessante e tem uma “surpresa”. Nós preferimos o primeiro, porque dá uma sensação maior que você está voando e você vê menos cabeças na sua frente durante o percurso. Já na fileira 9, no momento do lançamento reverso, como os carrinhos giram no próprio eixo, você acaba ficando de frente, quando achou que estaria de costas. Achei interessante, mas confesso que não achei nada tão extraordinário assim. Se eu pudesse escolher, iria no primeiro novamente.

Não é necessário guardar os pertences em armários antes de entrar; dá para levar telefone, carteira, bolsa… tudo com você na atração.

Algumas (poucas) pessoas relataram enjoo depois da atração. Acredito que quem tem um histórico de labirintite ou algo do gênero deva tomar as providências necessárias antes, mas eu não achei muito forte nesse quesito. Existem atrações em Orlando que são muito mais enjoativas.

Nossa opinião sobre a Guardians of the Galaxy – Cosmic Rewind

Maravilhosa! Está sem dúvida entre as melhores atrações da Disney. Diria que disputa pau a pau com Avatar Flight of Passage, apesar de terem propostas totalmente diferentes.

É uma atração leve, divertida, com música, com humor… Sem contar que é linda, porque realmente parece que você está voando no espaço.

Totalmente imperdível!!

Matérias Relacionadas

Deixe um comentário

 Parques Temáticos

Magic Kingdom Epcot Animal Kingdom Hollywood Studios Universal Studios Islands of Adventure Busch Gardens Legoland Sea World

Parques Aquáticos

Blizzard Beach Typhoon Lagoon Aquatica Discovery Cove

Outras Disneys

Disneyland California Tokyo Disneyland Disneyland Paris Disney Cruise Line